Fies: pré-selecionados devem enviar informações até esta sexta-feira
Pesquisa aponta redução de 404 mil trabalhadores no comércio em 2020
Pesquisa delineia possibilidades para um segundo turno no DF
Caso seja reeleito, Ibaneis pretende manter modelo do Iges-DF
Movimentação de cargas cresce 2,3% no trimestre no Porto de Santos

Santos sofre nova derrota na Justiça por venda de Neymar

Neymar deixou o Santos e foi para o Barça em 2013

Neymar deixou o Santos e foi para o Barça em 2013 Lance

O Santos sofreu uma nova derrota na justiça no caso da venda de Neymar, realizada em 2013. As empresas Gold Soccer e Aspire cobram do clube uma parte do que o Barcelona pagou ao Peixe pela preferência do atacante Giva, à época envolvido na negociação.

O clube da Espanha, quando acertou a contratação de Neymar, pagou cerca de 7,9 milhões de euros pela preferência de três atletas: Victor Andrade, Giva e Gabriel. Ou seja, se em alguma oportunidade o Peixe fosse vender um dos três, deveria comunicar o Barcelona imediatamente. É sobre esse valor que a empresa cobra na justiça.

Em específico ao atacante, o valor de preferência de venda foi de 1,8 milhão de euros. A empresa ganhou com 53,5% sobre essa quantia, além de juros de mora de 1% ao mês desde 25 de julho de 2013.

Em reunião para decidir o novo membro do Comitê de gestão, realizada neste segunda-feira (21), o presidente Andres Rueda admitiu que o Alvinegro da Vila Belmiro perdeu em todas as instâncias na justiça e que a dívida chegou em R$ 13,5 milhões.

Giva deixou o Santos em 2014, após não vingar. Ele acertou sua transferência para o Coritiba após o término do contrato. Ele rodou por vários clubes como Llagostera-ESP, Água Santa, Ponte Preta, Náutico, ABC, Figueirense, Badalona-ESP. Aos 29 anos, o atacante joga pelo Retro-PE.

Atual campeão, Chelsea bate o Lille na Champions League; Juve empata

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Últimas Notícias:

vacina