Brasília se enche de branco e dourado para anunciar 2023
Cerca de 30% da população estavam em situação de pobreza em 2021
Saúde Após dois anos de covid, um em cada quatro jovens não estuda
Após dois meses de queda, indústria cresce 0,3%, revela IBGE
Bloqueio no orçamento das universidades federais é suspenso

Samambaia completa 33 anos com R$ 194 mi em infraestrutura e educação

Imagem: Divulgação

A segunda região administrativa mais populosa do Distrito Federal tem
motivos de sobra para comemorar o 33º aniversário de fundação.

Nos últimos anos, os mais de 240 mil habitantes viram a cidade se
desenvolver. Desde 2019, foram investidos R$ 194 milhões em obras
nas áreas de saúde, educação, infraestrutura e segurança.

O administrador da cidade, Claudeci Ferreira, afirma: “Samambaia tem
recebido investimentos para melhorar a qualidade de vida da
população. É uma cidade que tem um canteiro de obras imenso, uma
região muito promissora, com comércio pulsante e desenvolvimento
econômico. Hoje, as pessoas não precisam mais sair da cidade, tanto
em termos de lazer como de serviços. [A cidade] está crescendo e vai
crescer muito ainda”.

Juntas, as escolas classe 408 e 425, após as obras, poderão atender 1,5 mil alunos
Do total de R$ 194 milhões em investimentos, os destaques, na área
da saúde, foram a ampliação do Hospital de Samambaia (HRSam),
com a construção do acoplado que aumentou a capacidade de

atendimento, e a inauguração de uma unidade básica de saúde, a
UBS 11, na Expansão da Samambaia..

No setor da educação, por exemplo, foram investidos R$ 59 milhões
para reconstruir escolas antigas e criar novas. A população viu o
surgimento de quatro centros de educação de primeira infância
(Cepis): Bem-Te-Vi 409, Azulão 425, Bambu 208 e Periquito 607. Nas
escolas estão sendo feitas as obras de reconstrução da EC 425, com
investimento de R$ 9,6 milhões, e de criação da EC 408, com R$ 1,2
milhão. Juntas, as duas unidades vão atender mais de 1,5 mil alunos.
Também foram licitadas as reformas das ECs 410 e 415. Já foram
entregues as benfeitorias nos CEFs 411, 427 e 312, que tiveram a
cobertura das quadras poliesportivas.

Nos investimentos em obras de infraestrutura, Samambaia teve a
implantação de pavimentação, drenagem, calçadas e iluminação LED.
É o caso da reforma do calçadão das quadras 501 a 509 e 301 a 309
e da Segunda Avenida Oeste, bem como da chegada do asfalto à
Expansão. Só de luminárias, foram mais de 5,6 mil implantadas com
investimento de R$ 8 milhões. Também foram instalados 70 novos
abrigos de passageiros com acessibilidade.

 

Esporte e lazer

O estudante Isaque Pontes Maciel, 19 anos, é um dos que percebem
as mudanças na cidade. “Lá na Expansão melhorou muito”, ressalta.
“Era só terra, chovia e virava lama. Também teve o asfalto na Quadra
800”. Já a mãe do jovem, a técnica em enfermagem Lídia de Sousa,
33, lembra de outras ações do governo que melhoraram a cidade:
“Gosto muito do calçadão. Vejo muita gente fazendo ginástica por lá”.
Ela se refere à estrutura do ponto de encontro comunitário (PEC),
outra novidade que Samambaia recebeu nestes quatro anos. Foram
implantados ao menos nove pela cidade.

O lazer e o esporte também contaram com avanços. Com o projeto
Reviva Parque, do Instituto Brasília Ambiental, o Parque Três
Meninas, mais conhecido pela população como Chácara, ganhou
pintura e novos bebedouros. A calçada em frente ao Centro Olímpico
(COP) também foi reformada.

Estão sendo reformadas ainda quadras poliesportivas e de gramado
sintético e parquinhos nas quadras 106, 108, 113, 118, 123, 204/206,
205, 209, 221, 309, 417, 421, 425, 571, 519, 619 e 639. Morador da
Quadra 118, o aposentado Francisco Silvestre, 71, se diz animado
com a reforma do gramado sintético perto de sua casa: “É um local

maravilhoso. O pessoal usa bastante. Três vezes por semana tem
aula ali. Ter esse movimento traz mais segurança para a gente”.

As obras são feitas pela administração regional em parceria com a
Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) e apoio
do programa RenovaDF, da Secretaria de Trabalho (Setrab). “Temos
esse zelo do porta a porta, fazemos o que é pontual de zeladoria para
dar melhorias à população”, reforça o administrador. Para isso, a
administração aumentou o efetivo de reeducandos de 12 para 40. “É
mais uma força de trabalho para podermos atender a população”,
explica o gestor.

 

Próximos passos

Assim como ocorreu em outras cidades, a Feira Permanente da
Quadra 202 foi reformada, um investimento de R$ 1 milhão destinado
a melhorar a estrutura para os mais de 100 feirantes e os visitantes.
Agora, o governo está se preparando para regularizar as feiras da 303
e 510, com o objetivo de reformá-las.

Outra ação do governo em Samambaia foi a remoção de 79 famílias
do Morro do Sabão, garantindo a desocupação do Parque Gatumé,
reserva ecológica que serve de refúgio para a vida silvestre. “Elas

foram realocadas, recebendo mais dignidade”, informa Claudeci
Ferreira.

As melhorias não param na cidade. De acordo com o administrador, já
estão previstas a construção de um restaurante comunitário na
Expansão de Samambaia, a ampliação de duas estações do metrô e a
criação da ciclovia para interligar a região central até a Expansão.

 

*Fonte: Agência Brasília

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *