Estudo mostra descumprimento da Lei de Cotas em empresas paulistas
Anvisa autoriza estudo para nova vacina contra a covid-19
Balança comercial registra superávit de US$ 3,99 bi em setembro
Câmara dos Deputados terá quatro parlamentares indígenas
Pfizer apresenta pedido de vacina mais forte contra variante Ômicron

Rosa Weber cancela sessão para julgar MP das redes sociais

Ministra Rosa Weber do Supremo Tribunal Federal

Ministra Rosa Weber do Supremo Tribunal Federal Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil – 31.08.2018

A ministra Rosa Weber do Supremo Tribunal Federal cancelou, nesta quarta-feira (15), a sessão que julgaria a medida provisória editada pelo presidente Jair Bolsonaro que dificultava a remoção de conteúdo das redes sociais.

Como o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) devolveu a MP e declarou o encerramento da tramitação da matéria no Congresso Nacional, houve perda de objeto das ações diretas de  inconstitucionalidade, extinguindo-se os processos sem resolução do mérito, o que acarretou o cancelamento da sessão virtual extraordinária agendada. Pacheco tinha devolvido ontem ao Planalto a MP e encerrou a tramitação no Congresso por considerar que houve interferência do presidente em assunto deliberado antes pelo Legislativo.

Ao devolver a MP, Rodrigo Pacheco pontuou que “a mera tramitação já constitui fator de abalo à função constitucional do Congresso Nacional. Foi encaminhada mensagem ao presidente da República que rejeita sumariamente e rejeita a MP 1068 de 2021 para dispor sobre o uso de redes sociais e declara o encerramento de sua tramitação no Congresso Nacional”.

Em ação enviada ao Supremo, partidos políticos afirmaram que o ato do chefe do Executivo garantia a disseminação de notícias falsas pela internet e protegia o “discurso de ódio”.

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.