Primeiro turno teve diminuição de votos brancos e nulos, diz TSE
IPC-S registra inflação de 0,02% em setembro, diz FGV
Metade dos brasileiros abandonam o tratamento ainda no primeiro ano
Micro e pequenas empresas criaram mais de 70% dos empregos de agosto
Condutores de máquinas agrícolas agora devem portar registro

Ronaldo fala em construir estádio para o Cruzeiro e diz que isso está ‘mexendo com sua cabeça’

Lance

Lance Lance

Com a oficialização de Ronaldo como dono da SAF do Cruzeiro, o ex-jogador e agora empresário começa a deixar mais à vista projetos ousados que pensa para o clube azul. E, um deles é algo que deixa o torcedor celeste bem animado, que é a construção de um estádio próprio.

Ronaldo falou sobre a situação em live, nesta segunda-feira, 25 de abril, em seu canal no Twitch, após um seguidor questionar o Fenômeno se poderia diminuir o valor dos ingressos nos jogos da Raposa no Mineirão. O gestor da Raposa explicou que os custos da parceria com o Mineirão dificultam alterar nos valores dos tickets.

– É uma coisa que eu tenho pensado muito. Tenho muitas dúvidas. É uma coisa que vocês vão poder me ajudar muito também, para a gente evoluir nesse aspecto. Será que vale a pena a gente pensar, para um futuro próximo, em construir nosso estádio, operar nosso estádio, comercializar nosso estádio, para virar um lugar importante em Belo Horizonte?-disse, instigando o torcedor, que ficou alvoroçado no chat de sua live.

Para que uma nova arena seja erguida, ela teria de ser uma nova fonte de receitas para o Cruzeiro, como acontece em vários estádios mundo afora.

-É uma coisa que está mexendo com minha cabeça. Tenho pensando bastante. Estádio próprio te dá muita receita, você pode comercializar o estádio não só em dias de jogos, mas várias salas, eventos, o que é receita direta. E a gente não tem o Mineirão para isso, então é complicado-disse, para em seguida responder um cruzeirense se teria como comprar o Mineirão, que hoje é cedido em uma parceria público privada entre o Governo de Minas e a Minas Arena, que representa um consórcio de empresas que reformaram estádio para a Copa do Mundo de 2014.

– Comprar o Mineirão, dificilmente aconteceria. É uma negociação que está longe de acontecer. Fato que é um ano eleitoral, dificilmente teríamos essa agenda positiva para discutir isso Consócio do Mineirão também tem um período longo a ser cumprido. Não sei se há possibilidade de o Estado reaver o estádio para abrir uma negociação-explicou.

Ronaldo também disse que negociar com a gestora do Mineirão é complicado, justamente por eles terem direitos a uma parcela fixa mensal para cobrir os custos do estádio, tendo menos dependência do futebol.

– O fato é que com o consórcio é uma negociação difícil, porque eles já têm uma parcela fixa (que recebem do Governo de Minas), independentemente do uso, então é muito cômoda a negociação-concluiu.

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.