Brasil bate Suíça e se classifica para as oitavas da Copa do Catar
Amanhã será ponto facultativo nos órgãos federais sediados em Brasília
Índices de confiança do comércio e serviços caem em novembro
Termina hoje prazo para mesário justificar ausência no segundo turno
IGP-M registra queda de preços de 0,56% em novembro, diz FGV

Provas do concurso do Ibama acontecem neste domingo 

Segundo a União há déficit de 60% nas vagas e suspensão do concurso causaria danos

Segundo a União há déficit de 60% nas vagas e suspensão do concurso causaria danos Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após autorização da Justiça, estão mantidas as provas objetivas e discursivas do concurso público do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), marcadas para este domingo (30).

Os locais e horários de prova podem ser consultados no site do Cebraspe

Na quinta-feira (27), o vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Jorge Mussi, suspendeu uma decisão que impedia a realização das provas. De acordo com o ministro, a suspensão, já nas vésperas da realização do concurso, causa um grande prejuízo à sociedade e aos mais de 150 mil candidatos inscritos.

Ao todo, 568 vagas estão previstas no concurso, espalhadas por todos os estados do país em cargos de nível médio e superior. O certame está sendo organizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

O Ministério Público Federal (MPF) contestou as regras de realização do concurso no que diz respeito à participação de candidatos com deficiência. O pedido de suspensão do edital foi negado na Justiça Federal de Mato Grosso. Após recurso, o desembargador relator do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) deu razão ao MPF e suspendeu a realização das provas objetivas e discursivas marcadas para o fim de semana.

No pedido de suspensão dessa decisão, a União alegou ofensa à ordem pública com a paralisação inviável de um concurso importante para toda a administração pública. Outro argumento citado é que o pedido do MPF junto ao TRF1 foi feito em cima da hora, apenas no dia 24 de janeiro, já na semana de realização das provas.

A União lembrou que o Ibama está com um déficit de 60% do pessoal, e a suspensão do concurso poderia trazer “grande prejuízo ao Estado e à sociedade”, causando danos não somente à ordem pública, mas também à economia pública.

Fonte: R7 – Brasília

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *