Fies: pré-selecionados devem enviar informações até esta sexta-feira
Pesquisa aponta redução de 404 mil trabalhadores no comércio em 2020
Pesquisa delineia possibilidades para um segundo turno no DF
Caso seja reeleito, Ibaneis pretende manter modelo do Iges-DF
Movimentação de cargas cresce 2,3% no trimestre no Porto de Santos

Paulistão já teve quatro técnicos demitidos em apenas oito rodadas

Tem gente que fala que campeonato estadual não vale nada. Porém, parece que os clubes não pensam assim. No Paulistão 2022, por exemplo, quatro treinadores que começaram o torneio já perderam seus empregos. Relembre todos eles:

O primeiro técnico a cair no Paulistão foi Sylvinho. O comandante deixou o Corinthians após a derrota por 2 a 1, de virada, no clássico com o Santos, em plena Neo Química Arena, na 3ª rodada do estadual

Sylvinho dirigiu o Corinthians em 43 jogos, com 16 vitórias, 14 empates e 13 derrotas, com um aproveitamento de 48% e, apesar de ter levado o time à fase de grupos da Libertadores, ele nunca foi unanimidade e sua demissão foi bastante comemorada pela torcida

Uma rodada depois, o demitido foi Leo Condé, que deixou o Novorizontino após a derrota por 1 a 0 para o Água Santa

Com cerca de um ano no cargo e sendo responsável por garantir o time na Série B do Brasileirão, Condé comandou o time em 43 partidas, sendo 22 vitórias, oito empates e 13 derrotas. O aproveitamento foi de pouco mais de 57%

Em 18 de fevereiro, foi a vez de Fábio Carille deixar o Santos. O treinador não resistiu ao início ruim no Campeonato Paulista e a derrota por 3 a 2 para o Mirassol foi o estopim

Carille foi importante para afastar o risco de rebaixamento no Brasileirão 2021, mas sempre foi alvo de muitas críticas pelo seu estilo de jogo mais defensivo. Ao todo, ele comandou o Alvinegro em 27 partidas, com 9 vitórias, 10 empates e 8 derrotas, um aproveitamento de 45,6%

O último a perder o emprego foi Gilson Kleina. O quatro técnico com mais jogos na história da Ponte Preta encerrou sua quinta passagem pelo clube com uma doída derrota por 3 a 0 para o maior rival, o Guarani

No comando da equipe desde o ano passado, o experiente treinador conquistou apenas 14 vitórias em 42 partidas nessa última passagem

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Últimas Notícias:

vacina