Drenar-GDF-300x250-GIF
Programa oferece até R$ 21 mil de crédito para empreendedores negros
Governo lança programa para reduzir filas no sistema de saúde
UNE quer construir agenda com reivindicações ao governo federal
Anvisa fará webinar sobre novas regras de reprodução humana assistida
Mercado financeiro eleva projeção da inflação de 5,74% para 5,78%

Paulista já tem manifestantes e barracas de sindicatos e partidos de oposição

Duas horas antes do horário previsto para o início da manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro na Avenida Paulista, ao menos quatro barracas ligadas a partidos de esquerda e sindicatos já foram montadas na altura do Masp, onde deve haver maior concentração de manifestantes.

Estão presentes também vendedores de bandeiras e camisetas em apoio a presidenciáveis, como o pedetista Ciro Gomes e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT.

Do alto de um carro de som com bandeiras da CUT, parado próximo ao MASP, um integrante da organização do protesto contra o presidente Jair Bolsonaro convocou os presentes a se concentrarem numa mesma quadra da Avenida Paulista. Sua fala teve início pontualmente às 13h, horário que era previsto para começar a concentração. A expectativa, segundo ele, é que o ato saia do museu por volta das 14h.

Enquanto isso, os organizadores fazem um “esquenta” para o protesto, entoando músicas que mencionam a classe trabalhadora e sucessos da MPB, como “Ai que Saudade Docê”. “Bem-vindos e bem-vindas à Avenida Paulista, que hoje é do povo”, disse.

Todas as faixas nos dois sentidos em frente ao Masp estão ocupadas por manifestantes e a Avenida já foi fechada para carros. Apesar disso, ainda é pequena a quantidade de pessoas em volta do carro de som.

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *