Drenar-GDF-300x250-GIF
Paraíba será o primeiro estado a pagar o piso nacional da enfermagem
Reservatórios do Túnel de Taguatinga estão concretados
Entidades do setor produtivo fazem ressalva a juros altos
Mortalidade prematura por câncer no Brasil deve cair até 2030
Prato Cheio libera mais de R$ 21,2 milhões em parcela de fevereiro

O filme Um Casal Inseparável chega ao Telecine; saiba mais!

Dirigido por Sérgio Goldenberg, o longa é estrelado por Nathalia Dill e Marcos Veras

Depois de uma temporada de sucesso nos cinemas, o longa Um Casal Inseparável fica disponível, a partir deste domingo, dia 19, no streaming do Telecine. Em comemoração a esta nova fase, o elenco e o diretor, Sergio Goldenberg, se reuniram em uma entrevista coletiva para falar sobre as delícias de filmar o longa. 

A trama acompanha a difícil história de amor que nasce entre Manuela, interpretada por Nathalia Dill, e Léo, personagem de Marcos Veras. Entre muitas idas e vindas, o casal sempre parece estar indo na mesma direção, mesmo contra a sua vontade. 

Segundo Sérgio, que também foi responsável por criar a história, a ideia partiu de um romance da vida real. Sobre o casal de amigos que inspiraram o filme, ele conta:

– O casal está fora do Brasil no momento. Então eles ainda não viram, mas ele vão em breve. Apesar de ser inspirado, eu acho que o filme vai ganhando vida própria. Vai nascendo um personagem que não foi aquele que você imaginou e depois é muito surpreende o jeito que o ator constrói.

Outro ponto interessante do filme, é que ocorre uma inversão entre os personagens masculinos e femininos. Ao em vez de seguir estereótipos, o autor tenta trazer uma mulher de personalidade mais forte, enquanto os homens tendem a ser mais sensíveis. 

Sobre o assunto, Veras comenta:

– Ver esses personagens trocando as funções que a sociedade sempre tenta achar: Que o homem é mais durão e a mulher é mais sensível, é incrível. E acho que aproveita também pra mostrar algo que vem sendo cada vez mais discutido, quebrar essa masculinidade tóxica, e o clichê de que o homem é provedor e líder da relação. 

E Nathalia continua:

– Eu acho que é legal. E o filme não quebra esses padrões só nos personagens. Ele quebra esses padrões em vários detalhezinhos, no empregado doméstico, nos pais que não têm que ser conquistados, mas que ajudam a conquistar. Na própria Manu como jogadora de vôlei de praia, sem ter a vestimenta sexualizada. A gente até teve essas questões nas Olímpiadas [Tóquio 2020]. O filme está o tempo inteiro tentando apontar pra essa nova visão. 

Além de Nathalia e Marcos, o longa também conta com a participação de Totia Meireles, Stepan Nercessian, Ester Dias, Danni Suzuki, Junno Andrade, Claudio Amado, Carlos Bonow  e Cridemar Aquino. 

Assista ao trailer:

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *