Drenar-GDF-300x250-GIF
Paraíba será o primeiro estado a pagar o piso nacional da enfermagem
Reservatórios do Túnel de Taguatinga estão concretados
Entidades do setor produtivo fazem ressalva a juros altos
Mortalidade prematura por câncer no Brasil deve cair até 2030
Prato Cheio libera mais de R$ 21,2 milhões em parcela de fevereiro

Nacho brilha, Atlético-MG vira sobre o Santos e segue disparado em 1º

Nacho Fernández comemora com Réver um dos gols da virada do Atlético-MG

Nacho Fernández comemora com Réver um dos gols da virada do Atlético-MG Divulgação/Atlético-MG 13.10.21

Foi com direito a um grande susto, mas o Atlético-MG segue caminhando firme rumo ao título do Brasileirão 2021. Nesta quarta-feira (13), o time saiu atrás do Santos, mas conseguiu a virada e venceu por 3 a 1, no Mineirão.

O grande nome da vitória foi Nacho Fernández, que entrou no intervalo e foi autor de dois gols e uma assistência para Nathan Silva. Raniel diminuiu.

O resultado coloca os mineiros com 56 pontos, ainda 11 de vantagem para o Flamengo, que também venceu na rodada. Os paulistas, com 28, podem encerrar a rodada na zona de rebaixamento.

No final de semana, os dois times entram em campo fora de casa no domingo. Enquanto o Galo desafia o Atlético-GO, o Peixe encara o Sport.

Atlético domina, mas estrelas fazem falta
O Atlético claramente sentiu falta de seus dois principals jogadores no primeiro tempo: Nacho e Hulk. E apesar do controle da posse de bola, a melhor chance foi dos visitantes, em cobrança de escanteio fechada de Marinho e que deu trabalho para Everson.

Os mineiros ainda foram ao intervalo reclamando muito da arbitragem por supostos dois pênaltis não marcados de Wagner Leonardo em Zaracho e Dylan Borrero, respectivamente.

Gol e provocação
E se os atleticanos já estavam irritados, ficaram ainda mais no começo na segundo tempo. Lucas Braga encontrou Raniel, que girou sobre a marcação e bateu firme, abrindo o placar. Ex-jogador do Cruzeiro, o atacante provocou bastante a torcida.

Virada com brilho de Nacho
O time da casa foi para cima e Calebe, em seu primeiro lance em campo, por pouco não marcou, com o goleiro João Paulo fazendo grande defesa. A arbitragem, porém, após consulta ao VAR, flagrou um puxão no meio-campista e marcou pênalti. Nacho, que também entrou no segundo tempo, bateu e deixou tudo igual aos 24.

O gol animou o Atlético, que não demorou para conseguir a virada com Nathan Silva, de cabeça, após cobrança de falta de Nacho.

Aos 33, Calebe sofreu outro pênalti, mais uma vez confirmado após o uso do VAR. Nacho bateu, João Paulo defendeu, mas, no rebote, o argentino mandou para o gol de cabeça, dando números finais ao jogo.

ATLÉTICO-MG 3 X 1 SANTOS

Motivo: 26ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e Horário: 13 de outubro de 2021, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (FIFA/PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Público: 16.514 presentes
Gols: Raniel, aos 3 minutos do segundo tempo, para o Santos; Nacho Fernández, aos 24 e 35 do segundo tempo, e Nathan Silva, aos 29, para o Atlético-MG
Cartão amarelo: Rainel, Jean Mota e Lucas Braga (SAN)
Atlético-MG: Everson; Mariano (Calebe), Nathan Silva, Réver e Dodô; Allan, Jair (Tchê Tchê), Zaracho e Dylan Borrero (Nacho Fernández); Keno (Igor Rabello) e Diego Costa (Sasha). Técnico: Cuca
Santos: João Paulo; Vinícius Balieiro (Diego Tardelli), Emiliano Velázquez e Wagner Leonardo; Marcos Guilherme (Madson), Camacho, Jean Mota (Pirani), Vinícius Zanocelo e Lucas Braga; Marinho e Léo Baptistão (Raniel). Técnico: Fábio Carille

‘Dança das cadeiras’: Crespo é o 15º técnico demitido no Brasileirão

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *