Brasília se enche de branco e dourado para anunciar 2023
Cerca de 30% da população estavam em situação de pobreza em 2021
Saúde Após dois anos de covid, um em cada quatro jovens não estuda
Após dois meses de queda, indústria cresce 0,3%, revela IBGE
Bloqueio no orçamento das universidades federais é suspenso

Libertadores, Copa do Brasil, Paulista, Carioca, Fórmula 1. Globo agora perde exclusividade na Copa do Mundo

Globo estava acostumada a ter exclusividade total em todas as Copas. Acabou

Globo estava acostumada a ter exclusividade total em todas as Copas. Acabou Reprodução/Sportv

São Paulo, Brasil

Outro golpe pesadíssimo no futebol da Globo.

Justamente no futuro que a emissora carioca visualiza para o esporte predileto do brasileiro: o mundo digital.

Depois da Libertadores, do Campeonato Paulista, do Campeonato Carioca, da Copa América, parte das Eliminatórias, da Fórmula 1 chega outra derrota pesadíssima.

Por conta da briga jurídica pela redução do preço da transmissão da Copa do Mundo de 2022, a Fifa impôs o preço de 8 milhões de dólares, cerca de R$ 43 milhões, pela exclusividade do Mundial pela Internet.

Vivendo a maior crise financeira de sua história, a Globo não teve outra saída. A não ser desistir.

Ou seja haverá outro veículo na Internet mostrando os jogos do Mundial.

O que seria algo impensável anos atrás.

A relação de parceria ‘eterna’ com a Fifa sofreu abalo quando a emissora entrou na justiça brasileira, no ano passado. Motivo: não queria pagar a parcela de R$ 90 milhões, combinada para ser bancada em 2020, pelo direito de transmissão do Mundial do Catar.

A cúpula da Fifa protestou. Houve o impasse jurídico, mas a Globo ganhou. Só que a emissora decidiu procurar a entidade para um novo acordo. Houve, sigilioso.

Mas a prova que a situação não seguiu a mesma veio à tona hoje, com a Fifa cobrando os R$ 43 milhões pela exclusividade dos jogos pela Internet. 

Redes sociais já se assanham para ‘aproveitar a oportunidade’.

A Globo também acaba de perder a exclusidade da transmissão do Campeonato Mineiro.

E emissora alegou que não teria como manter a mesma oferta de R$ 43 milhões pelo torneio, como vinha fazendo.

Ela aceita outra emissora mostrar os jogos.

Mas a possibilidade maior é que ela perca o torneio.

O monopólio da Globo no esporte acabou de vez…

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *