Reforma tributária e indicação de Zanin movimentam semana no Congresso
Ministério lança consulta pública sobre programa Carbono + Verde
Desenvolvimento e segurança jurídica; audiência debate aprovação do PL 219/2023
Jogos Mundiais de Policiais e Bombeiros podem entrar no Calendário Oficial de Eventos do DF
População de Brazlândia define prioridades para projeto Câmara nas Cidades

Lançamento de missão da Nasa e da SpaceX à ISS é adiada

Foguete Falcon 9 levará a cápsula Crew Dragon até a Estação Espacial Internacional

Foguete Falcon 9 levará a cápsula Crew Dragon até a Estação Espacial Internacional JOEL KOWSKY / NASA / AFP

A Nasa e a SpaceX adiaram o lançamento de um foguete que levaria quatro astronautas à Estação Espacial Internacional (ISS) para evitar “um grande sistema de tempestades”, informou neste sábado (30) a agência espacial norte-americana.

Os americanos Raja Chari, Tom Marshburn e Kayla Barron, assim como o alemão Matthias Maurer, da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), decolariam no domingo (31) a bordo da nave espacial Crew Dragon Endurance, acoplada a um foguete Falcon 9, do Centro Espacial Kennedy, na Flórida.

A missão foi adiada para 05h10 GMT (1h10 no horário de Brasília) de quarta-feira (3). 

“A Crew-3 (como a missão foi batizada) chegará à estação espacial por volta das 3h00 GMT (0h00 de Brasília) de quinta-feira (4)”, anunciou a Nasa em um comunicado.

Os quatro tripulantes farão “um breve revezamento com os astronautas que voaram para a estação como parte da missão SpaceX Crew-2 da agência”, acrescentou.

A tripulação da missão “Crew-3” passará seis meses na plataforma orbital, realizando pesquisas em áreas como ciências dos materiais, saúde e botânica, para contribuir com a futura exploração do espaço profundo e beneficiar a vida na Terra. 

Os aspectos científicos de maior destaque da missão incluem um experimento para cultivar plantas no espaço, sem terra ou outros meios de crescimento, e outro para construir fibras óticas em ambientes de microgravidade, que, segundo pesquisas anteriores, serão de qualidade superior às fabricadas na Terra. 

Os astronautas da Crew-3 também realizarão caminhadas espaciais para completar a atualização dos painéis solares da estação.

Além disso, eles receberão na ISS duas missões turísticas, que incluirão visitantes japoneses a bordo de uma nave russa Soyuz, no fim de 2021, e a tripulação da Space-X Axiom, cujo lançamento está previsto para fevereiro de 2022. 

A Crew-3 faz parte do acordo multimilionário entre a Nasa e a SpaceX assinado depois que a agência espacial americana encerrou o programa de ônibus espacial em 2011. Essa parceria visa restaurar a capacidade dos Estados Unidos de conduzir voos espaciais tripulados. 

Fonte: R7 – Tecnologia e Ciência

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *