Drenar-GDF-300x250-GIF
Programa oferece até R$ 21 mil de crédito para empreendedores negros
Governo lança programa para reduzir filas no sistema de saúde
UNE quer construir agenda com reivindicações ao governo federal
Anvisa fará webinar sobre novas regras de reprodução humana assistida
Mercado financeiro eleva projeção da inflação de 5,74% para 5,78%

Guia orienta gestores sobre qualidade de internet nas escolas

'Guia de Conectividade' permite a gestores monitorarem a qualidade da conexão na escola

‘Guia de Conectividade’ permite a gestores monitorarem a qualidade da conexão na escola Reprodução/CIEB

Profissionais da educação ganharam nesta quinta-feira (16) um reforço especial, foi lançado o Guia de Conectividade na Educação — Passo a passo para a conectividade das escolas públicas brasileiras, que tem como objetivo orientar gestores públicos sobre como diagnosticar, planejar, contratar e monitorar a qualidade da Internet em escolas e redes públicas de ensino.

Especialistas promovem debates sobre a alfabetização tecnológica

A publicação do Gice (Grupo Interinstitucional de Conectividade na Educação) tem a coordenação técnica do NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR) e do CIEB (Centro de Inovação para a Educação Brasileira). O GICE é formado por entidades governamentais, operadoras, provedores regionais, empresas de tecnologia, associações e organizações do terceiro setor.

Durante o evento também foi apresentada uma nova funcionalidade do Mapa da Conectividade na Educação, plataforma que foi lançada em março, que permite gestores e secretários de educação fazerem uma análise do desempenho da banda larga em escolas municipais e estaduais brasileiras, onde há medidores do NIC.br instalados. A partir desta quinta, os profissionais da educação poderão extrair relatórios sumarizados por redes estaduais e municipais de ensino.

Tanto o guia quanto o mapa são ações do projeto Conectividade na Educação, lançado em 2020 com o objetivo de reunir dados e referenciais técnicos para apoiar a formulação de políticas públicas e de conectividade na área. O projeto é capitaneado pelo NIC.br e pelo CIEB.

Gabriela Marin, do Nic.br, destacou que algumas funcionalidades do Mapa como, por exemplo, o número de escolas que usam wifi em uma determinada rede de ensino. “Com as informações em mãos é possível promover um planejamento escolar melhor.”

“O Mapa organiza e sistematiza as informações sobre conectividade e também traz dados sobre a qualidade dessa conexão nas escolas”, conclui Raquel Costa, do CIEB.

Após o diagnóstico, os gestores podem acessar o Guia de Conectividade que traz um passo a passo para que esses profissionais possam viabilizar a conectividade adequada para as escolas públicas brasileiras, como recurso de apoio pedagógico, além de permitir e apoiar o ensino híbrido neste momento de pandemia. O guia está alicerçado em quatro passos: diagnosticar, planejar, contratar e monitorar a internet nas redes de ensino públicas. 

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *