Renovação na CLDF chega a 50% dos distritais e há um novo campeão de votos
BRB PRORROGA INSCRIÇÕES PARA CONCURSO PÚBLICO
Incerteza da Economia cai 4,9 pontos em setembro, aponta Ibre/FGV
O Prêmio CNT de Jornalismo 2022 já tem os seus 30 finalistas!
Transplante de fígado passa a integrar lista da ANS

Gabriel Jesus, protegido de Tite, não ficará no City, onde é mero reserva. Ida para a Copa também corre risco

Gabriel Jesus. 19 partidas em jejum pela Seleção. E mero reserva no Manchester City

Gabriel Jesus. 19 partidas em jejum pela Seleção. E mero reserva no Manchester City Conmebol

São Paulo, Brasil

Watford é o penúltimo colocado na Premier League.

Está a nove pontos do Burnley, primeiro time que não está na zona do rebaixamento.

Faltam apenas cinco rodadas para acabar o Campeonato Inglês.

Sua defesa é a segunda mais vazada.

Tomou 67 gols em 33 partidas.

Tem seis vitórias, quatro empates e 23 derrotas!

Pep Guardiola é um dos melhores, se não for o melhor treinador do planeta. Das 33 partidas da Champions, ele só escalou Gabriel Jesus no início dos jogos em três vezes.

Dos dez confrontos do Manchester City na Champions League, o brasileiro só foi titular uma vez sequer. 

Nos planos do City, Gabriel Jesus, depois de cinco anos, será negociado.

O Arsenal é o principal interessado.

O contrato do atacante, protegido de Tite na Seleção, termina com o City em junho de 2023. O clube de Manchester não quer esperar e correr o risco de perder o jogador que pagou 32,7 milhões de euros, em 2016. Atuais R$ 169 milhões.

A imprensa internacional, principalmente a brasileira, se entusiasmou pelos quatro gols que Gabriel Jesus marcou no sábado, quando o Manchester City goleou o Watford.

Mas não afetou a convicção do clube inglês.

Guardiola é muito esperto, inteligente. Na Europa, os treinadores importantes agem como managers, ou seja, o intermediário.

E a entrevista que ele deu depois do 5 a 1, diante do penúltimo colocado do Inglês foi, na verdade, uma propaganda de Gabriel Jesus, atleta que o City quer negociar. Ele valorizou ‘seu produto’.

“Eu já tinha dito antes que, se há uma pessoa no mundo do futebol que merece dias como esse, essa pessoa é ele (Gabriel Jesus). Tenho certeza de que não há uma pessoa que o conheça que não esteja feliz por ele. Estamos muito felizes por ele, que nos ajudou muito a vencer o jogo”, disse o técnico catalão.

Quatro gols no futebol moderno realmente é algo raro. Mas as circunstâncias precisam ser analisadas. A diferença técnica entre os elencos.

Gabriel Jesus sabe que seu espaço no City é o de mero reserva.

Ainda mais agora que o clube acertou com o atacante dos sonhos de Guardiola.

Erling Haaland. A negociação, pelo norueguês de 21 anos, está mais do que acertada, por 75 milhões de euros, cerca de R$ 388 milhões, com o Borussia Dortmund.

Gabriel Jesus completou 25 anos há 22 dias.

Ele também não tem vida garantida na Seleção, por mais que Tite o proteja. 

Surgiram Paulinho e Antony têm ocupado o seu lugar, canhotos pela direita, com muita vantagem para o time brasileiro.

Sua ida para a Copa não está garantida.

Ele não marca pela Seleção Brasileira desde 2019.

Foram 19 partidas, 11 como titulares.

Esse desempenho é assustador.

Juntando à situação real no City, o resultado é drástico.

A desvalorização do brasileiro.

Em 2018, valia 80 milhões de euros. Atualmente, de acordo com o site especializado em transferências, transfermkt, não custa mais do que 50 milhões de euros. Ou seja, 30 milhões de euros a menos, cerca de R$ 155 milhões.

O que deve facilitar sua saída.

“Estou aqui há cinco anos e pouco, vim muito jovem, com 19 anos. E tanto o clube como nós jogadores ganhamos muitos títulos. Falta a Champions, chegamos perto no ano passado, e estamos nas semifinais. Estou concentrado no fim da temporada, nestes jogos decisivos. Depois, veremos o que acontece a respeito da renovação ou fechar um ciclo”, resumiu o atacante para o jornal Marca, da Espanha.

Ou seja, Gabriel Jesus sempre repetiu que ficaria no City, que ‘estava feliz’, ‘Guardiola era o treinador que com quem desejava trabalhar’. O discurso mudou radicalmente. Ele sabe que as chances de ficar são remotíssimas. Está na lista dos negociáveis do City.

E segue reserva, não deverá jogar contra o Real Madrid, amanhã, na primeira partida semifinal da Champions League.

Quatro gols contra o penúltimo colocado do Campeonato Inglês são sempre marcantes.

Mas não têm força para mudar destino de jogador algum.

A relação entre Gabriel Jesus e Manchester City está no fim…

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.