Brasil bate Suíça e se classifica para as oitavas da Copa do Catar
Amanhã será ponto facultativo nos órgãos federais sediados em Brasília
Índices de confiança do comércio e serviços caem em novembro
Termina hoje prazo para mesário justificar ausência no segundo turno
IGP-M registra queda de preços de 0,56% em novembro, diz FGV

Famosa top model dos anos 90 revela estar com o rosto desfigurado

Linda Evangelista contou que teve reação após um procedimento estético

Uma das maiores top models dos anos de 1990, Linda Evangelista fez um grande desabafo em suas redes sociais e afirmou que teria sido brutalmente desfigurada por conta de um efeito colateral que sofreu durante um procedimento estético.

A supermodelo que tem os seus 56 anos de idade revelou que esse foi o motivo dela ficar ausente dos holofotes por mais de um ano e de acordo com Linda, o procedimento é chamado de CoolSculptong e é usado para diminuir suas células de gordura, mas em vez de fazer isso, o procedimento aumentou suas células.

Hoje dei um grande passo para corrigir um erro que sofri e guardei para mim mesmo por mais de cinco anos. Para meus seguidores que se perguntam por que eu não tenho trabalhado enquanto as carreiras de meus colegas têm prosperado, a razão é que eu fui brutalmente desfigurada pelo procedimento CoolSculpting de Zeltiq, que fez o oposto do que prometia. [o procedimento] Aumentou, não diminuiu, minhas células de gordura e me deixou permanentemente deformada, mesmo depois de passar por duas cirurgias corretivas dolorosas e mal sucedidas. Fui deixada, como a mídia descreveu, irreconhecível

A modelo alegou que não foi previamente avisada sobre os possíveis efeitos colaterais que poderiam causar com o procedimento.

Eu desenvolvi hiperplasia adiposa paradoxal ou HAP, um risco do qual eu não tinha conhecimento antes de fazer os procedimentos. O PAH não apenas destruiu meu meio de vida, mas também me enviou a um ciclo de profunda depressão, profunda tristeza e as profundezas da auto-aversão.

E como não era diferente de imaginar, Linda revelou que os efeitos colaterais acabaram impactando em sua vida social.

No processo, tornei-me um reclusa. Com este processo, estou avançando para me livrar da minha vergonha e ir a público com a minha história. Estou tão cansada de viver assim. Eu gostaria de sair pela minha porta com a mão erguida, apesar de não parecer mais eu mesma

Que situação difícil, né!?

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *