Renovação na CLDF chega a 50% dos distritais e há um novo campeão de votos
BRB PRORROGA INSCRIÇÕES PARA CONCURSO PÚBLICO
Incerteza da Economia cai 4,9 pontos em setembro, aponta Ibre/FGV
O Prêmio CNT de Jornalismo 2022 já tem os seus 30 finalistas!
Bebê recebe o primeiro transplante parcial de coração do mundo

Diniz estreou com empate no comando do Vasco. Veja os números da carreira do novo treinador Cruz-Maltino

O novo comandante estreou! Fernando Diniz esteve à beira o campo no empate do Vasco por 1 a 1 com o CRB, no Rei Pelé. O treinador, que tem um estilo de jogo característico, tem a tarefa de recolocar o clube carioca de volta à elite do futebol brasileiro. Com isso, o LANCE! listou nesta galeria os números da carreira do novo comandante Cruz-Maltino.

O novo comandante estreou! Fernando Diniz esteve à beira o campo no empate do Vasco por 1 a 1 com o CRB, no Rei Pelé. O treinador, que tem um estilo de jogo característico, tem a tarefa de recolocar o clube carioca de volta à elite do futebol brasileiro. Com isso, o LANCE! listou nesta galeria os números da carreira do novo comandante Cruz-Maltino. Lance! Galerias
Vasco (2021- atualmente) - O treinador chegou com a missão de recuperar o futebol do Cruz-Maltino, que está distante do G4 da Série B. A diferença é de oito pontos e em sua estreia, Diniz viu a equipe ceder o empate ao CRB, aos 46 do segundo tempo, no Rei Pelé.

Vasco (2021- atualmente) – O treinador chegou com a missão de recuperar o futebol do Cruz-Maltino, que está distante do G4 da Série B. A diferença é de oito pontos e em sua estreia, Diniz viu a equipe ceder o empate ao CRB, aos 46 do segundo tempo, no Rei Pelé. Lance! Galerias
Santos (2021) - Fernando Diniz fez sua estreia no comando técnico do Peixe, no dia 11 de maio, pela Copa Libertadores, diante do Boca Juniors, na Vila Belmiro. Os resultados não vieram, a equipe foi eliminada da Copa Sul-Americana, e depois da derrota para o Cuiabá, o técnico foi demitido. Foram 31 partidas à frente do Peixe, com 11 vitórias, oito empates e 12 derrotas.

Santos (2021) – Fernando Diniz fez sua estreia no comando técnico do Peixe, no dia 11 de maio, pela Copa Libertadores, diante do Boca Juniors, na Vila Belmiro. Os resultados não vieram, a equipe foi eliminada da Copa Sul-Americana, e depois da derrota para o Cuiabá, o técnico foi demitido. Foram 31 partidas à frente do Peixe, com 11 vitórias, oito empates e 12 derrotas. Lance! Galerias
São Paulo (2019-2021) - Ao assinar com o Tricolor Paulista, Diniz fez sua estreia contra o Flamengo, que era comandado pelo técnico português Jorge Jesus. No Maracanã, as equipes ficaram no 0 a 0. Foram 75 jogos no total, com 34 vitórias, 20 empates e 20 derrotas, sendo o técnico que ficou mais tempo na equipe paulista desde a terceira passagem de Muricy Ramalho.

São Paulo (2019-2021) – Ao assinar com o Tricolor Paulista, Diniz fez sua estreia contra o Flamengo, que era comandado pelo técnico português Jorge Jesus. No Maracanã, as equipes ficaram no 0 a 0. Foram 75 jogos no total, com 34 vitórias, 20 empates e 20 derrotas, sendo o técnico que ficou mais tempo na equipe paulista desde a terceira passagem de Muricy Ramalho. Lance! Galerias
Fluminense (2019) - No comando do Tricolor das Laranjeiras, Diniz estreou diante do Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca. Na primeira rodada da Taça Guanabara 2019, as equipes ficaram no empate por 1 a 1. Em sua primeira passagem por um clube carioca, o treinador teve o seguinte desempenho: 44 jogos: 18 vitórias, 11 empates e 15 derrotas.

Fluminense (2019) – No comando do Tricolor das Laranjeiras, Diniz estreou diante do Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca. Na primeira rodada da Taça Guanabara 2019, as equipes ficaram no empate por 1 a 1. Em sua primeira passagem por um clube carioca, o treinador teve o seguinte desempenho: 44 jogos: 18 vitórias, 11 empates e 15 derrotas. Lance! Galerias
Athletico-PR (2018) - O técnico assumiu o Furacão, mas não conseguiu obter bons números. Na época, teve um mês para preparar a equipe para a estreia contra o Caxias (RS) pela Copa do Brasil, enquanto o time alternativo disputava o Estadual. No Estádio Centenário, em Caxias do Sul, o Athletico garantiu a classificação para a segunda fase ao empatar em 0 a 0. Pelo clube paranaense, Diniz teve 21 jogos: 5 vitórias, 7 empates e 9 derrotas e foi demitido após os maus resultados.

Athletico-PR (2018) – O técnico assumiu o Furacão, mas não conseguiu obter bons números. Na época, teve um mês para preparar a equipe para a estreia contra o Caxias (RS) pela Copa do Brasil, enquanto o time alternativo disputava o Estadual. No Estádio Centenário, em Caxias do Sul, o Athletico garantiu a classificação para a segunda fase ao empatar em 0 a 0. Pelo clube paranaense, Diniz teve 21 jogos: 5 vitórias, 7 empates e 9 derrotas e foi demitido após os maus resultados. Lance! Galerias
Guarani (2017) - Diniz não chegou nem a estrear no comando técnico do Bugre. Ele participou da montagem do elenco para a temporada 2018, mas deixou o clube de Campinas após receber uma proposta do Athletico-PR.

Guarani (2017) – Diniz não chegou nem a estrear no comando técnico do Bugre. Ele participou da montagem do elenco para a temporada 2018, mas deixou o clube de Campinas após receber uma proposta do Athletico-PR. Lance! Galerias
Oeste (2016) - Em uma parceria do Audax com o clube, foi comandante do rubro-negro, Diniz teve a missão de salvar a equipe do rebaixamento para a Série C do Campeonato Brasileiro. No geral, foram 37 jogos, apenas 9 vitórias, 16 empates e 12 derrotas.

Oeste (2016) – Em uma parceria do Audax com o clube, foi comandante do rubro-negro, Diniz teve a missão de salvar a equipe do rebaixamento para a Série C do Campeonato Brasileiro. No geral, foram 37 jogos, apenas 9 vitórias, 16 empates e 12 derrotas. Lance! Galerias
Paraná (2015) - Em julho de 2015, esteva 82 dias à frente da equipe paranista com 17 jogos, 7 vitórias, 3 empates e 7 derrotas.

Paraná (2015) – Em julho de 2015, esteva 82 dias à frente da equipe paranista com 17 jogos, 7 vitórias, 3 empates e 7 derrotas. Lance! Galerias
Guaratinguetá (2014) - Em uma parceria do Audax com o clube, Diniz teve uma rápida passagem pela equipe paulista na disputa da Série C. No grupo B, o time terminou em quinto, a um ponto do Macaé, e deixou a competição com 18 jogos, seis vitórias, sete empates e cinco derrotas no comando do Tricolor do Vale.

Guaratinguetá (2014) – Em uma parceria do Audax com o clube, Diniz teve uma rápida passagem pela equipe paulista na disputa da Série C. No grupo B, o time terminou em quinto, a um ponto do Macaé, e deixou a competição com 18 jogos, seis vitórias, sete empates e cinco derrotas no comando do Tricolor do Vale. Lance! Galerias
Audax (2012 - 2017) - Na equipe paulista, Diniz começou a ganhar projeção nacional com bons resultados e um estilo de jogo característico. Foram 112 jogos com 50 vitórias, 31 empates e 31 derrotas, além de vice-campeão paulista em 2016 ao ser derrotado pelo Santos.

Audax (2012 – 2017) – Na equipe paulista, Diniz começou a ganhar projeção nacional com bons resultados e um estilo de jogo característico. Foram 112 jogos com 50 vitórias, 31 empates e 31 derrotas, além de vice-campeão paulista em 2016 ao ser derrotado pelo Santos. Lance! Galerias
Atlético Sorocaba (2011–2012)- No comando de mais uma equipe paulista, Fernando Diniz ficou com a terceira colocação da série A2 de 2012 do Campeonato Paulista. Contudo, foi demitido antes de disputar a primeira divisão do torneio no ano seguinte, depois de ser eliminado da Copa Paulista em 2012. Nessa passagem, foram 45 jogos com 24 vitórias, 8 empates e 13 derrotas.

Atlético Sorocaba (2011–2012)- No comando de mais uma equipe paulista, Fernando Diniz ficou com a terceira colocação da série A2 de 2012 do Campeonato Paulista. Contudo, foi demitido antes de disputar a primeira divisão do torneio no ano seguinte, depois de ser eliminado da Copa Paulista em 2012. Nessa passagem, foram 45 jogos com 24 vitórias, 8 empates e 13 derrotas. Lance! Galerias
Botafogo-SP (2011) - Em outra equipe do interior paulista, Diniz ficou apenas quatro jogos e logo foi demitido pela direção da Pantera. Em sua curta passagem, foram 4 jogos, com 1 vitória e 3 derrotas

Botafogo-SP (2011) – Em outra equipe do interior paulista, Diniz ficou apenas quatro jogos e logo foi demitido pela direção da Pantera. Em sua curta passagem, foram 4 jogos, com 1 vitória e 3 derrotas Lance! Galerias
Paulista (SP) (2010 - 2011) - Em 2010, o treinador voltou a conquistar a Copa Paulista de Futebol, dessa vez, no comando da equipe de Jundiaí. Ao longo dessa passagem, foram 32 jogos, com 14 vitórias, 9 empates e 9 derrotas.

Paulista (SP) (2010 – 2011) – Em 2010, o treinador voltou a conquistar a Copa Paulista de Futebol, dessa vez, no comando da equipe de Jundiaí. Ao longo dessa passagem, foram 32 jogos, com 14 vitórias, 9 empates e 9 derrotas. Lance! Galerias
Votoraty-SP (2009-2010) - Após encerrar a carreira em 2008, Diniz decidiu ser treinador e ficou à frente da equipe do interior paulista até 2010. Na época, o Votoraty conquistou o título da Série A3 do Campeonato Paulista de 2009 e a Copa Paulista de 2009, garantindo a vaga para a Copa do Brasil de 2010.

Votoraty-SP (2009-2010) – Após encerrar a carreira em 2008, Diniz decidiu ser treinador e ficou à frente da equipe do interior paulista até 2010. Na época, o Votoraty conquistou o título da Série A3 do Campeonato Paulista de 2009 e a Copa Paulista de 2009, garantindo a vaga para a Copa do Brasil de 2010. Lance! Galerias

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.