Drenar-GDF-300x250-GIF
Programa oferece até R$ 21 mil de crédito para empreendedores negros
Governo lança programa para reduzir filas no sistema de saúde
UNE quer construir agenda com reivindicações ao governo federal
Anvisa fará webinar sobre novas regras de reprodução humana assistida
Mercado financeiro eleva projeção da inflação de 5,74% para 5,78%

Covid: Taxa de transmissão do DF é a mais alta desde março

Joédson Alves/EFE

O Distrito Federal registrou, neste domingo (3), a maior taxa de transmissão (Rt) da Covid-19 desde março deste ano. O índice foi de 1,14, ou seja, 100 infectados passam a doença para outras 114 pessoas. O governador Ibaneis Rocha manifestou preocupação com a situação. 

Taxas acima de 1 indicam que a pandemia está avançando, segundo especialistas. A última vez que o DF registrou uma Rt tão alta foi em 14 de março, quando o índice estava em 1,22. A taxa está acima da média brasileira. De acordo com o último levantamento do Imperial College de Londres, o país apresenta RT de 1,04, também mostrando uma tendência de aumento, a maior desde meados de junho. 

Com o aumento, o governo estuda adotar medidas restritivas novamente. “Se houver necessidade de algum tipo de medida restritiva, nós fazemos com o maior cuidado possível para prevenir a saúde da população”, afirmou Ibaneis durante agenda pública neste domingo.

No entanto, o governador amenizou a situação, afirmando que o DF tem condições hospitalaes, incluindo a possibilidade de abertura de novos leitos. “A gente vem mantendo isso sob controle.”

Com a taxa em gradativo aumento, o novo boletim epidemiológico do DF, deste domingo (3), revelou mais 1.264 novos casos confirmados, totalizando 498.043 infecções desde o início da pandemia. A capital brasileira já registrou 10.495 mortes pela doença, sendo que 912 das vítimas eram residentes de outros estados.

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *