Drenar-GDF-300x250-GIF
Programa oferece até R$ 21 mil de crédito para empreendedores negros
Governo lança programa para reduzir filas no sistema de saúde
UNE quer construir agenda com reivindicações ao governo federal
Anvisa fará webinar sobre novas regras de reprodução humana assistida
Mercado financeiro eleva projeção da inflação de 5,74% para 5,78%

Corinthians reencontrará rival de goleada histórica que abriu ano; jogo ‘iludiu’ torcida antes de fase difícil

Lance

Lance Lance

Exatos nove meses depois de abrir o seu ano atuando em sua casa com uma histórica goleada por 5 a 0 sobre o Fluminense, o Corinthians reencontrará o adversário na mesma Neo Química Arena nesta quarta-feira, às 21h, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Varanda é mais um! Veja quem já deixou o Corinthians desde o início de 2021

Em 13 de janeiro, em duelo válido ainda pelo Brasileirão de 2020, os corintianos atropelaram o rival carioca no resultado que foi o placar mais elástico do time sobre o oponente na história do confronto entre os clubes.

Naquela ocasião, aquela goleada por 5 a 0 acabou “iludindo” a torcida corintiana, que viu a sua equipe dar a impressão de que poderia estar iniciando uma grande temporada. O “choque de realidade” veio já na próxima partida, contra o arquirrival Palmeiras, no Allianz Parque, onde os donos da casa golearam por 4 a 0 pela rodada seguinte do segundo turno do Brasileirão.

SÓ 5 TITULARES DO TIME ATUAL ESCALADOS

No jogo em que abriu o seu ano, o Corinthians contou em campo com apenas cinco jogadores que hoje figuram como titulares da equipe: o goleiro Cássio, os laterais Fagner e Fábio Santos, o zagueiro Gil e o volante Cantillo, este atualmente ainda tentando começar a se firmar na formação de Sylvinho após roubar recentemente a posto que vinha sendo ocupado por Gabriel no meio-campo alvinegro.

Gabriel, por sua vez, foi também escalado como titular naquela goleada sobre o Fluminense, assim como ocorreu com o defensor Jemerson, com os meias Gustavo Silva, Cazares e Mateus Vital e com o atacante Jô. Destes, Jemerson, Cazares e Mateus Vital já deixaram o clube.

O mesmo vale para Camacho, Léo Natel e Everaldo, que entraram em campo no decorrer do confronto em substituições promovidas pelo então técnico da equipe, Vagner Mancini, que também mandou a campo durante a partida Gabriel Pereira, hoje titular do time de Sylvinho, e Luan, outro remanescente do atual elenco corintiano.

MAIOR GOLEADA DA HISTÓRIA DO DUELO

Naquele jogo de 13 de janeiro deste ano, realizado com portões fechados para a torcida por causa da pandemia da Covid-19, o Corinthians aplicava não apenas a sua maior goleada sobre o Fluminense, mas também a maior da história de todo o confronto de 114 jogos entre os dois clubes.

Até então, o placar mais elástico do embate entre os dois times pertencia ao Flu, com a goleada por 5 a 1 sobre os corintianos no Torneio Rio-São Paulo de 1959, no Maracanã. E antes deste último encontro entre as equipes na Neo Química Arena, o placar mais expressivo conquistado pelo Alvinegro contra o Tricolor das Laranjeiras havia sido uma vitória por 5 a 2 em um amistoso em 1941, no Pacaembu.

DA GOLEADA HISTÓRICA ÀS DECEPÇÕES

Com aquela vitória histórica por 5 a 0 sobre o Fluminense, o Corinthians assumiu a oitava posição do Campeonato Brasileiro e colou na zona de classificação à Copa Libertadores, o G6 da tabela, mas o resultado acabou sendo ilusório para a Fiel torcida, pois depois o time exibiu instabilidade na reta final da competição e terminou a sua campanha apenas na 12ª posição.

E as outras decepções no primeiro semestre se acumularam com as eliminações diante do Palmeiras na semifinal do Paulistão e do Atlético-GO na terceira fase da Copa do Brasil, além da queda ainda no estágio de grupos da Copa Sul-Americana, esta sacramentada com duas rodadas de antecedência após uma goleada por 4 a 0 sofrida para o Peñarol em Montevidéu.

Agora, porém, o Corinthians vive uma realidade bem diferente sob o comando de Sylvinho e com um time reforçado após a chegada do quarteto de reforços composto por Giuliano, Renato Augusto, Willian e Róger Guedes. No último sábado, perdeu uma invencibilidade de dez jogos sem derrotas ao cair por 1 a 0 diante do Sport, mas a equipe segue na briga por vaga no G4 do Brasileirão e pela consequente classificação direta à fase de grupos da Libertadores.

Nesta edição do Brasileiro, o Corinthians já mediu forças com o Fluminense no primeiro turno, em São Januário, no dia 27 de junho, quando os dois times empataram por 1 a 1, em confronto com portões fechados no Rio de Janeiro.

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *