Inflação para famílias de renda mais baixa cai 0,60%
IPCA tem deflação de 0,68% em julho, menor taxa da série histórica
Anvisa proíbe uso do fungicida carbendazim em produtos agrotóxicos
Caminhoneiros recebem auxílio com parcela dobrada
Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas

Com fortuna de R$ 115 bi, jogador mais rico do mundo está sem clube

Nem mesmo o fã mais apaixonado por futebol internacional deve conhecer Faiq Bolkiah, atleta de 23 anos que atua como ponta direita. Ele, que acaba de deixar o Marítimo, de Portugal e está livre no mercado. E o que isso tem de relevante? Faiq é o jogador de futebol mais rico do mundo!

O atleta, nascido em Los Angeles, é filho de um príncipe e sobrinho de ninguém menos do que um sultão. No caso, o sultão de Brunei, no sudeste asiático, Hassanal Bolkiah

Ele, que também é primeiro ministro do país, já foi considerado um dos homens mais ricos do mundo. Hoje em dia, sua fortuna é avaliada em 18 bilhões de dólares (R$ 115,83 bilhões)

Entre suas muitas excentricidades, está a paixão pelos carros. Ao todo, sua coleção pode chegar a até 6 mil veículos, entre eles 500 Rolls-Royces, estando até mesmo no Guinness como o dono de mais unidades de automóveis da famosa (e cara) marca

Além dos Rolls-Royces, a sua coleção inclui: Porsche Carrera GT, Lamborghini Diablo, Porsche 959, Bugatti EB110, Lamborghini Murciélago, Maybach 62, Jaguar XJR-15 e seis Dauers 962

Ele também é o dono de seis modelos da Ferrari FX, o original do modelo vermelho Bentley Continental R, duas versões totalmente operacionais da Ferrari Mythos, dois sedans Ferrari 456, a única mão direita da Mercedes no mundo – Benz CLK-GTR

Isso sem falar de sua paixão por Fórmula 1, possuindo cinco modelos McLaren F1. Ele também possui o carro campeão mundial da categoria na temporada de 1980, quando o australiano Alan Jones (Williams) foi o campeão

Em 1996, para comemorar seu aniversário de 50 anos o sultão levou ao país ninguém menos do que o astro pop Michael Jackson, que realizou um concerto gratuito no Jerudong Park Garden. O evento contou com a presença de 60 mil pessoas

Para uso pessoal, o sultão possui um Boeing 747-400 com mobiliário dourado estimado em 233 milhões de dólares, seis pequenos aviões e dois helicópteros

Sua residência oficial é o Istana Nurul Iman, com 1.788 quartos, 257 banheiros, e uma área útil de 200.000 m², atualmente o maior palácio do mundo

Todo esse poderio financeiro da família permitiu o jovem Faiq Bolkiah de ser criado na Inglaterra e ter ligações com o futebol desde os primeiros anos

“Jogo futebol desde muito jovem e sempre gostei de estar em campo e ter a bola nos meus pés”, disse o jovem em rara entrevista reproduzida pelo jornal The Sun

Apesar da fortuna da família, que poderia comprar times como Real Madrid e Barcelona, Faiq desde cedo manifestou o desejo de se tornar profissional. O Leicester, onde ele estava até 2020, foi o quinto time do atacante na Inglaterra

O sobrinho do sultão de Brunei começou a carreira no pequeno AFC Newbury, pequeno clube do norte de Londres e conhecido regionalmente por ser o time que “descobriu” Theo Walcott, atacante do Everton e com passagens por Arsenal e seleção inglesa

Após se destacar no modesto time, o membro da família real ingressou na categoria de base do Southampton em 2009. No entanto, não emplacou

Permaneceu treinando na Inglaterra e ganhou uma chance de disputar um torneio com o Arsenal. Chegou a anotar um gol, mas acabou dispensado

De acordo com a imprensa inglesa, Bolkiah trabalhou no Reading até impressionar olheiros do Chelsea em um treinamento. O atacante assinou um contrato de dois anos e atuou constantemente na base do renomado clube londrino

Depois de se encerrar o compromisso em Stamford Bridge, ele foi para o Leicester, mas também não teve chances, defendendo sempre times inferiores, sem receber oportunidades na equipe principal

Apesar de provavelmente não receber um salário dos mais altos, Faiq ostenta hábitos surreais para um atleta com suas características

Dentro de sua casa, por exemplo, o atleta possui um tigre de estimação. Trata-se de Bru, com quem ele até mesmo costuma ‘treinar‘, já que um dos brinquedos favoritos do animal é a bola de futebol

O ‘The Sun’ conta que o jogador de 23 anos já chegou a gastar mais de 35 milhões de euros (equivalente a R$ 225 milhões) em um mês, com joias, relógios e carrões

Apesar de ter nascido nos Estados Unidos, Faiq Bolkiah optou por defender a seleção de Brunei, em agradecimento a tudo o que o país governado pelo seu tio lhe proporcionou

Ele até mesmo já marcou gols pelo time nacional. Nada, porém, que mudasse o fato de Brunei ter uma das seleções mais fracas do mundo

A transferência para o Marítimo, no ano passado, foi uma tentativa de Bolkiah de conseguir construir uma carreira um pouco mais normal, apesar dos bilhões que recheiam sua conta corrente e dos incontáveis imóveis que estão em seu nome

Mas não deu certo, já que ele deixa o clube após atuar apenas três vezes pelo time B e uma pelo sub-23. Apesar da parceria não ter dado certo, o Marítimo desejou boa sorte para o futuro do atleta: 

“O emblema verde-rubro agradece o empenho e a dedicação com que Faiq Bolkiah serviu o nosso clube, endereçando-lhe sinceros desejos de felicidade profissional e pessoal”

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.