Drenar-GDF-300x250-GIF
Programa oferece até R$ 21 mil de crédito para empreendedores negros
Governo lança programa para reduzir filas no sistema de saúde
UNE quer construir agenda com reivindicações ao governo federal
Anvisa fará webinar sobre novas regras de reprodução humana assistida
Mercado financeiro eleva projeção da inflação de 5,74% para 5,78%

Com direito a golaços e fim de jejum, Flamengo vence o Juventude

Kenedy abriu o placar para o Flamengo após lindo passe de Pedro

Kenedy abriu o placar para o Flamengo após lindo passe de Pedro Lance

A torcida do Flamengo que foi ao Maracanã nesta quarta-feira (13) teve motivos diversos para comemorar. Na vitória sobre o Juventude por 3 a 1, pela 26ª rodada do Brasileirão, o time de Renato Gaúcho fez uma etapa inicial perfeita e construiu o placar com os golaços dos atacantes Kenedy e Pedro. Andreas Pereira, por sua vez, quebrou um longo jejum de gols de faltas do Rubro-Negro.

Com o resultado, o Flamengo alcançou os 45 pontos na tabela do Brasileirão. A noite só não foi perfeita pois o líder Atlético-MG venceu de virada o Santos, mantendo os 11 pontos de distância.

PRIMEIRO TEMPO DE GALA E GOLAÇOS!
A apresentação do Flamengo no primeiro tempo combinou o que o time pode oferecer de melhor ao torcedor que foi Maracanã: bom futebol e golaços. Pela direita, Matheuzinho e Kenedy iniciaram o jogo com tudo. Assim, aos 12, o gol que abriu o placar foi do atacante. Estreando como titular, Kenedy tocou para Pedro e invadiu a área. O pivô e o passe de letra do centroavante foram perfeitod, e, antes da finalização, o drible seco no marcador foi o toque final de um golaço.

Sem diminuir o ritmo, o time de Renato Gaúcho resolveu o confronto até os 35 minutos. O segundo gol foi de Pedro, que só teve o trabalho de finalizar para a rede após boa jogada individual de Michael – outro destaque na etapa inicial – aos 26. O terceiro gol, contudo, foi o mais celebrado por jogadores e torcida.

Em cobrança de falta, Andreas Pereira acertou o ângulo do goleiro Douglas, que não teve chances. O chute preciso, por si só, já serie motivo de comemoração, mas os rubro-negros ficaram em êxtase por conta do fim do jejum de gol de faltas, que já durava 1221 dias. O último havia sido em 10 de junho de 2018.

JOGO CONTROLADO E VITÓRIA RUBRO-NEGRA!
Além de não oferecer resistência, o Juventude pouco foi ao ataque antes do intervalo. Paulinho Boia, aberto pela esquerda e subindo no espaço entre Matheuzinho e Thiago Maia, foi o único a dar trabalho, mas sempre recebeu a bola longe da área, sendo perseguido ou sofrendo a falta ainda distante do gol.

No segundo tempo, o ritmo do Flamengo diminuiu e a equipe de Marquinhos Santos aproveitou a bola aérea. William Matheus, de cabeça, desviou escanteio e descontou para o Juventude ainda aos 11 minutos. A partida, contudo, seguiu controlada pelo Rubro-Negro, que teve as entradas de Rodinei, Vitor Gabriel e Lázaro. Até o apito final, muita disputa no meio de campo e poucas emoções.

FLAMENGO 3X1 JUVENTUDE

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 13 de outubro de 2021, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Árbitro de vídeo: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Público e renda: 7.282 presentes / R$ 366.177,50
Cartão amarelo: Filipe Luís e Renê (FLA); Quintero, William Matheus e Vitor Mendes (JUV)
Gols: Kenedy (1-0, 12’/1ºT), Pedro (2-0, 26’/1ºT), Andreas (3-0, 35’/1ºT) e William Matheus (3-1, 11’/2ºT)
FLAMENGO (Técnico: Renato Gaúcho): Diego Alves; Matheuzinho, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís Renê (44’/2ºT); Willian Arão, Thiago Maia (Lázaro, 28’/2ºT) e Andreas Pereira (Bruno Viana, 44’/2ºT); Michael, Kenedy (Rodinei, 16’/2ºT) e Pedro (Vitor Gabriel, 16’/2ºT)
JUVENTUDE (Técnico: Marquinhos Santos): Douglas; Paulo Henrique, Quintero, Vitor Mendes e William Matheus (Guilherme Santos, 22’/2ºT); Rafael Forster (Didi, 38’/2ºT), Guilherme Castilho (Capixaba, Intervalo) e Ricardinho e Wagner (Chico Kim, Intervalo); Paulinho Boias e Ricardo Bueno (Marcus Vinícios, 37’/1ºT)

‘Dança das cadeiras’: Crespo é o 15º técnico demitido no Brasileirão

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *