Inflação para famílias de renda mais baixa cai 0,60%
IPCA tem deflação de 0,68% em julho, menor taxa da série histórica
Anvisa proíbe uso do fungicida carbendazim em produtos agrotóxicos
Caminhoneiros recebem auxílio com parcela dobrada
Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas

Bolsonaro acena com reajuste à PRF e pede ‘compreensão’ de demais categorias

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O presidente Jair Bolsonaro (PL) fez um novo gesto nesta segunda-feira (21) à Polícia Rodoviária Federal, que aguarda reajuste neste ano, e pediu compreensão dos demais setores do funcionalismo público.

“Algumas categorias, ou melhor, todas as categorias merecem ser valorizadas. E o que nós procuramos fazer: quem nós pudermos salvar na frente, a gente salva”, disse, em meio a um discurso sobre a corporação.

“Espero a compreensão das demais categorias, dos servidores no Brasil”, completou.

A declaração de Bolsonaro ocorreu durante cerimônia do lançamento do programa Agenda Brasil Para Todos, da Secretaria de Governo e do Ministério da Mulher, família e Direitos Humanos.

O presidente estava cercado de agentes da PRF. Os superintendentes se encontraram na corporação nesta segunda-feira, foram ao Palácio do Planalto acompanhados do ministro Anderson Torres (Justiça e Segurança Pública) e tiveram uma audiência com Bolsonaro antes de a cerimônia começar, a portas fechadas.

Em seu discurso, Bolsonaro pediu que os representantes da corporação ficassem em frente ao púlpito, onde discursava, e listou apreensões e demais feitos da PRF.

“[A PRF] é uma a instituição séria, como outras que nós temos no Brasil, mas que realmente faz trabalho excepcional para a nossa sociedade. E nós temos que valorizar esses profissionais. Eu espero que a sociedade entenda que isso deva ser feito”, afirmou Bolsonaro.

O gesto do chefe do Executivo ocorre em meio a uma série de idas e vindas a respeito do reajuste às categorias policiais.

O governo estudava essa possibilidade desde o ano passado, como mostrou a Folha. Na votação do orçamento de 2022 no Congresso, essa previsão quase ficou de fora do texto final e só passou por articulação do próprio Bolsonaro.

É incomum que o presidente se envolva diretamente nessas tratativas. Os policiais são considerados da base eleitoral de Bolsonaro, que está em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto.

O governo federal reservou R$ 1,7 bilhão no Orçamento deste ano para conceder aumento para policiais federais, rodoviários federais e agentes penitenciários.

A medida, contudo, foi amplamente criticada pelo restante do funcionalismo público, cuja maior parte não recebe aumento desde 2017.

Neste mês, Bolsonaro já havia dito que o reajuste para policiais pode ficar para 2023, se não houver entendimento com os demais servidores.

“Se houver entendimento, por parte dos demais servidores, alguns ameaçam greve, etc, a gente pretende conceder essa recomposição aos policiais federais, rodoviários federais e aos agentes penitenciários. Se não houver entendimento, a gente lamenta e deixa para o ano que vem”, afirmou Bolsonaro, em entrevista à TV Brasil.

O presidente reconheceu haver uma “polêmica” sobre o aumento, e disse que houve uma “grita geral”.

Integrantes do governo passaram a tratar como certo que não haverá reajuste neste ano para nenhuma categoria. Ainda que o benefício fosse para uma parcela considerada do eleitorado do presidente, ele foi aconselhado por aliados a deixar de lado a medida, diante do potencial de se tornar um “tiro no pé”.

Recentemente, Bolsonaro havia dito que o reajuste salarial apenas para policiais federais, rodoviários federais e agentes penitenciários poderia estar garantido neste ano, e o dos demais servidores ficaria para o ano que vem.

“A gente pode fazer justiça com três categorias. Não vai fazer justiça com as demais, sei disso. Fica aquela velha pergunta a todos: vamos salvar três categorias ou vai todo mundo sofrer no corrente ano?”, disse à Jovem Pan.

Fonte: Notícias ao Minuto Brasil – Politica

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.