Brasília se enche de branco e dourado para anunciar 2023
Cerca de 30% da população estavam em situação de pobreza em 2021
Saúde Após dois anos de covid, um em cada quatro jovens não estuda
Após dois meses de queda, indústria cresce 0,3%, revela IBGE
Bloqueio no orçamento das universidades federais é suspenso

Agente do Detran que atropelou jovem é solto após audiência

Detran afirmou que o caso vai à Corregedoria do órgão

Detran afirmou que o caso vai à Corregedoria do órgão Divulgação/Agência Brasília

Por decisão da 2ª Vara Criminal de Ceilândia, o agente do Departamento de Trânsito (Detran) Pedro Silvano de Queiroz Junior vai responder em liberdade ao processo por dirigir embriagado e atropelar um homem de 27 anos. O caso ocorreu no último domingo, em Ceilândia. A vítima corre o risco de ter que amputar as duas pernas.

Após ser preso em flagrante, ele foi submetido a uma audiência de custódia nesta segunda-feira (18), em que o juiz avaliou a legalidade da manutenção da prisão. O homem pagou a fiança fixada em R$ 1,2 mil e foi liberado. O processo tramita em segredo de justiça.

O atropelamento ocorreu na noite do último domingo (17), na QNP 34, em Ceilândia, por volta das 23h. Sob efeito de álcool, segundo a polícia, o agente de trânsito atingiu a vítima depois de invadir o canteiro onde ela estava. Pedro Silvano se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas foi autuado em flagrante pela polícia por dirigir embriagado.

O homem de 27 anos foi socorrido e levado ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC) com graves lesões nas pernas. Segundo a família, a equipe médica avalia a necessidade de amputar as duas pernas.

A 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro) investiga o caso. O Detran afirmou que o “condutor será submetido ao mesmo rigor da lei aplicada a qualquer cidadão que infringe a legislação de trânsito. Além disso, o caso será encaminhado à Corregedoria”.

Fonte: R7 – Brasília

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *